Pesquisar este blog

terça-feira, janeiro 06, 2009

Funk poderá ser expressão da cultura brasileira



O funk carioca está prestes a receber uma proteção legal em que fará parte oficial da cultura brasileira, e tornando a discriminação ao estilo ação ilegal, segundo o site NME. O projeto define o funk como forma de manifestação cultural popular e determina que o Poder Público garanta as condições para a democratização da sua produção e veiculação musical.

No entanto, críticos que argumentam que o funk faz apologia ao consumo de drogas, ao crime e ao sexo precoce estão se manifestando contra a proposta do deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).

O jornal britânico The Guardian divulgou na última semana que uma lei para proibir "nenhum tipo de discriminação social, racial ou cultural contra o movimento funk e seus seguidores" deve ser votada em 2009.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) é um dos autores do projeto, e declarou:

– Não há enorme resistência. O funk envolve 1 milhão de jovens a cada fim-de-semana, mas o público continua diminuindo.

No entanto, a polícia segue interrompendo bailes funk no Rio de Janeiro em função do tráfico de cocaína nessas regiões. Por isso, é possível que o projeto de lei ainda seja criticado pela oposição, mas provavelmente não passará de 2009.

2 comentários:

Franklin Carioca disse...

Antes esse nosso funk fosse o mesmo funk de raiz, black music, black swing, black sangue, e tudo o mais black que essa cultura nos deixou. Os blacks são os blacks. Nada contra ao cenário do nosso funk que aflora, sobretudo no seio da periferia carioca, mas nada se compara a um funkão das antigas. Abraço Simão!! e o Alô Doçura ta du caralho!! parabéns. Você é o cara!

Anderson disse...

Saiba mais sobre a lei neste site: www.funkderaiz.com.br
Lá tem a lei para download.
Abraços,