sexta-feira, dezembro 25, 2009

Eu vou ali, mas volto logo!


Estou bebendo com o Simas Pessoa, o Gigio Bandeira, o Aureo Petita, o Zé Guedes, o Ernâni, o Paulo Filho, o Márcio Rogério, o Ferrinho, o Luiz Lobão e mais alguns homeboys circunstanciais desde quinta-feira. O fígado tem se comportado como se deve.

Como ainda me acho filho de Deus, amanhã saio de férias e o mocó só volta a funcionar na segunda semana de janeiro.

Pra quem tem tido a boa vontade de vir aqui no pardieiro de vez em quando, meus votos de um 2010 muito melhor do que 2009, mas infinitavemente pior do que 2011. Em 2012 a gente acerta os ponteiros de vez...

Minha dica de presente de fim de ano? O belíssimo disco que estou ouvindo agora, "Zé Ramalho canta Luiz Gonzaga", dado de presente pelo (quem mais poderia ser?) antenado Simas. O fato de ele ser meu irmão caçula é o de menos.

E a música definitiva é a primeira, "Fica Mal Com Deus", do Geraldo Vandré, em que, mesmo depois de morto, o velho Lua faz um dueto emocionante com o Zé Ramalho.

Essa canção - que eu curtia na versão do Quinteto Violado - tem sido minha bússola, meu sextante e meu GPS ao longo desse mais de meio século de existência. Curtam e inté a volta...

Fica mal com Deus
Quem não sabe dar
Fica mal comigo
Quem não sabe amar

Pelo meu caminho vou
Vou como quem vai chegar
Quem quiser comigo ir
Tem que vir do amor
Tem que ter pra dar

Fica mal com Deus
Quem não sabe dar
Fica mal comigo
Quem não sabe amar

Vida que não tem valor
Homem que não sabe dar
Deus que se descuide dele
O jeito a gente ajeita
Dele se acabar

Fica mal com Deus
Quem não sabe dar
Fica mal comigo
Quem não sabe amar

Nenhum comentário: