quinta-feira, agosto 26, 2010

Declaração de voto para deputado federal: Pauderney 2525


 Existem bons motivos para a gente (eu e você, caro leitoro, caríssima leitora) votar em Pauderney e vou enumerar alguns deles.

Durante oito anos consecutivos, ele foi considerado pelo respeitado Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como o melhor deputado federal do Amazonas e um dos 100 políticos mais influentes do país.

Em 2006, Pauderney ganhou destaque na imprensa nacional (Jornal do Brasil, Folha de São Paulo) ao ser citado como o parlamentar mais presente na Câmara de Deputados, participando ativamente de todas as votações de matérias de interesse do Amazonas.

Mas não é só isso. Em 16 anos de vida pública, com quatro mandatos seguidos de deputado federal (1990-2006), Pauderney nunca esteve envolvido em um único escândalo político de qualquer natureza. É um autêntico “ficha limpa”.

O que você talvez não saiba é que Pauderney também foi o parlamentar que mais trouxe recursos financeiros para o Amazonas. Vou só citar alguns exemplos desses recursos, obtidos durante o seu último mandato de deputado federal.
 Verbas do SUS – Até 2002, o Sistema Único de Saúde repassava para o Amazonas o valor de R$ 38,00 por habitante/ano. Em negociação na Comissão de Orçamento do Congresso Nacional com o Ministério da Saúde, Pauderney conseguiu elevar esse valor para R$ 68,00 por habitante/ano. Em sete anos, isso representou uma transferência adicional de mais de R$ 1,5 bilhão para o sistema de saúde do Amazonas.

Geração e Distribuição de Energia – Em 2003, em negociação na Comissão de Orçamento do Congresso Nacional com a então ministra de Minas e Energia, Dilma Roussef, Pauderney conseguiu fazer um remanejamento de verbas do orçamento do ministério, que resultou em R$ 330 milhões aplicados integralmente na modernização das usinas termoelétricas e na expansão da rede de distribuição elétrica no interior.

Pólo de Componentes – Em 2003, durante a reforma tributária, Pauderney negociou pessoalmente com a Receita Federal para que a produção de componentes do Pólo Industrial de Manaus tivesse alíquota zero na cobrança de PIS/Cofins. Ao longo desses seis anos, as empresas de componentes deixaram de pagar R$ 5 bilhões de impostos e geraram mais de 20 mil novos empregos.

Pólo de Duas Rodas – Durante a reforma tributária, foi elevada a contribuição do Pis/Cofins dos fabricantes de motocicletas de 3,65% para 13%, em todo o território nacional. Pauderney conseguiu aprovar pela Receita Federal uma Instrução Normativa em que os fabricantes do Pólo Industrial de Manaus continuariam recolhendo o mesmo valor anterior (3,65%). Ao longo desses seis anos, as empresas do pólo de duas rodas deixaram de pagar R$ 2,2 bilhões de impostos e geraram mais de 10 mil novos empregos.


Taxa da Suframa – Em 2000, Pauderney apresentou um projeto de conversão da medida provisória que criava a Taxa da Suframa, que resultou em uma arrecadação de cerca de R$ 200 milhões/ano para a autarquia. Esse dinheiro deveria ser aplicado na manutenção de ações administrativas e na promoção do desenvolvimento econômico da Amazônia Ocidental. De lá pra cá, a Suframa já arrecadou mais de R$ 1,5 bilhões estando, atualmente, com cerca de R$ 800 milhões contingenciados pelo governo federal.

Hospital do Câncer – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 17 milhões para a construção do novo hospital da Fundação Cecon.

Infra-estrutura – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 5 milhões para o recapeamento asfáltico da Ponta Negra, Darcy Vargas, V8 e estrada do Contorno até a Bola da Suframa.

Saneamento – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 5 milhões para canalização de igarapés no Jorge Teixeira, Alvorada e Compensa.

 Mercado Adolpho Lisboa – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 3 milhões para as obras de reforma e restauração do mercado Adolpho Lisboa.

Casas populares – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 5 milhões para a construção de casas populares no interior do Amazonas.

Saúde – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu R$ 8,5 milhões para a estruturação (compra de aparelhos médicos e equipamentos) de unidades de atenção especializada em saúde no Estado do Amazonas

Sanitários – Por meio de emendas ao orçamento, Pauderney conseguiu 16,7 milhões para implantação de melhorias sanitárias domiciliares para prevenção de controle de agravos nos municípios mais carentes do Amazonas.

Remédios – Em negociação direta com a Anvisa e a Receita Federal, Pauderney conseguiu a isenção de Pis/Cofins para os remédios comercializados no Amazonas. Esta conquista significou uma redução de 10% no preço final dos medicamentos. O valor desse benefício para o cidadão amazonense é simplesmente imensurável.

Bom, essas são apenas algumas das ações que credenciam Pauderney a receber um voto de confiança dos eleitores amazonenses.

Eu vou votar nele também por outros motivos: fomos companheiros de sala na ETFA, quando éramos adolescentes, companheiros de trabalho na Sharp do Brasil, quando éramos todos jovens, e somos amigos há mais de 40 anos. 

E a verdadeira amizade, conforme se sabe, não tem preço.

Nenhum comentário: