terça-feira, abril 05, 2011

Causos de Bambas: Picasso


Campeonato Rio-São Paulo, transmissão direta do Maracanã, inclusive para o Rio, televisão branco e preto ao vivo, tempo em que ainda existia a figura do “televizinho”, hoje praticamente extinta.

Adentra o gramado o time do São Paulo. Goleiro: Picasso.

Washington Rodrigues, locutor, começo de carreira, vai entrevistá-lo.

– Tudo bem, Picasso? Como você vê a partida?

– Tudo bem. Bom, faremos o possível, eu e meus companheiros, para proporcionar à torcida um bom espetáculo, de muita garra, muita luta e se Deus quiser tentaremos atacar e defender. O time está preparado para ir pra frente e a forma física de todos é excelente.

Washington:

– Picasso é nome ou apelido?

– É apelido que tenho desde pequeno.

– Você no colégio tinha jeito para desenho, para pintura, não é? Só devia tirar cem, não é?

– Não, eu era péssimo em desenho, não pintava nada.

– Ouviram, senhores telespectadores e televizinhos? O homem é Picasso e não é pintor. Vai ver é Picasso com cê cedilha!

Nenhum comentário: