quarta-feira, abril 20, 2011

Causos de Bambas: Ubiratan


Em certos hotéis na Suécia, o sistema individual de calefação só é acionado quando abastecido com moedas do país, equivalentes mais ou menos a meio dólar.

Como os aparelhos são destinados a turistas nem sempre escandinavos, cuidou-se para que fosse impossível qualquer forma de fraude ou violação, sendo praticamente impossível enganar o artefato.

Brasileiros. Equipe de basquete. Inverno em Estocolmo que quem conhece sabe que congela até rabo de foca e é inevitável a calefação, além dos mil cobertores.

No fim de semana, o gerente do hotel onde estavam os nossos patrícios foi fazer o circuito para recolher as moedas.

Em todos os quartos, os depósitos dos calefatores estavam cheios de dinheiro, nos dos brasileiros nem um níquel.

- Impossível! - pensou o pobre homem. "Ninguém sobrevive ao inverno sueco sem o quarto aquecido, mormente esse tropicais."

Foi lá um investigador investigar. Os aparelhos estavam perfeitos, nenhum arranhão, nenhum sinal de crime.

E assim foi durante toda a temporada.

A brasileirada acordava fagueiríssima, os quartos quentinhos e moeda, que era bom, nenhuma.

Fim da temporada, a turma já de partida, o gerente fez um apelo ao coração humanitário dos atletas.

E jurou que não faria qualquer retaliação, só queria saber - pelo amor de Odin! -, qual o truque.

Ubiratan Maciel resolveu contar. Afinal, não iam voltar lá mesmo.

O truque: eles compravam aquelas moedas de chocolate, usavam a embalagem como forma, faziam moedads de gelo, acionavam os aparelhos, aqueciam-se, as moedas se evaporavam.

Um crime perfeito!

Campeão mundial de basquete pela seleção brasileira em 1963, Ubiratan Maciel, morto em 2002, passou a fazer parte do Hall da Fama do Naismith Memorial, em Springfield, no estado americano de Massachusetts.

Ubiratan foi indicado para a lista no ano passado ao lado de astros como Karl Malone, Scottie Pippen e Cynthia Cooper, em anúncio que também homenageou o “Dream Team” dos Estados Unidos, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1992 com uma equipe formada por astros como Magic Johnson e Michael Jordan.

Nenhum comentário: