sexta-feira, maio 27, 2011

Nosso amor de ontem: George Burns


George Burns, nome artístico de Nathan Birnbaum (20 de janeiro de 1896 – 9 de março de 1996), foi um respeitado ator e comediante yankee.

Com sua esposa Gracie Allen formou uma dupla que fez muito sucesso no cinema e na televisão durante 19 anos.


Após a morte dela, ele continuou atuando no cinema, na televisão e no teatro.

Em 1975, ele ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua atuação na comédia Uma Dupla Desajustada (The Sunshine Boy).

Era famoso por seu constante bom humor e pelo amor intransigente por cigarros e charutos.

Em julho de 1994, Burns caiu em sua banheira e teve de se submeter a uma cirurgia na cabeça.

Sua saúde começou a degringolar.

Todos os preparativos para comemorar o seu centésimo aniversário foram cancelados.

Em dezembro de 1995, Burns ainda estava bom o suficiente para assistir a uma festa de Natal organizada por Frank Sinatra.

Acabou pegando uma gripe, que lhe deixou ainda mais fraco.

Em 20 de janeiro de 1996, ele comemorou seu centésimo aniversário, mas já não não tinha forças suficientes nem para se levantar da cama.

Em 9 de março de 1996, apenas quarenta e nove dias depois de seu aniversário, Burns morreu em sua casa em Beverly Hills de uma parada cardíaca.

Seu funeral foi realizado três dias depois, no Wee Kirk Heather em Forest Lawn Memorial Park Cemetery, Glendale.

George Burns foi enterrado com seu melhor terno azul escuro, camisa azul claro e gravata vermelha, juntamente com três charutos no bolso, a sua peruca, seu relógio presenteado por Gracie, o seu famoso anel, e no bolso, as chaves da casa e sua carteira com 10 notas de cem dólares.


Algumas frases desse figuraço:

Eu preferiria ser um fracasso em algo que amo, do que um sucesso em algo que odeio.

Eu fumo porque, na minha idade, se não tenho algo em que segurar, eu caio.

Você não pode evitar de envelhecer mas você não tem que ser velho.

Quando você chegara aos 80 já terá aprendido tudo. Você só precisara lembrar disso.

O segredo de um bom sermão é ter um bom começo, um bom fim e ter ambos o mais perto possível.

Não importa o que as outras pessoas falem de você, o importante é que você continue sendo a pessoa que sempre foi, e se mudar mude para melhor. Não fique na cama... a menos que você possa fazer dinheiro deitado.

Já fui casado por um juiz. Eu deveria ter pedido um júri.

Felicidade é ter uma família grande, carinhosa e amorosa... morando em outra cidade.

Na realidade, basta um drinque para me deixar mal. Mas nunca sei se é o 13º ou o 14º.

É muito ruim que todas as pessoas que sabem como dirigir o país estão ocupadas dirigindo táxis e cortando cabelo.

Você nunca será o homem que sua mãe era.

O sexo é uma das 9 razões pelas quais gostaria de reencarnar. As outras 8 são irrelevantes.

As pessoas me perguntaram que presente gostaria de ganhar nos meus 87 anos. Respondi: “Um teste de paternidade”.

Me encanta cantar e me encanta tomar whisky. A maioria das pessoas prefere me escutar tomar whisky.

Primeiro você esquece os nomes. Logo você esquece das caras. Depois se esquece de subir a braguilha. Finalmente se esquece de baixá-la.

Sabem o que significa chegar em casa de noite e encontrar uma mulher que lhe dê um pouco de amor, um pouco de afeto e um pouco de ternura? Significa que você errou de casa!

Na minha idade, as flores e as velas me assustam.

Sou tão velho que quando eu era uma criança, o Mar Morto só estava doente.

Nenhum comentário: