domingo, julho 19, 2015

Esqueça o ponto G: o quente é o ponto C!


Deixa eu te contar um segredo, gafanhoto: não é só com penetração que a mulher atinge o orgasmo, muito pelo contrário. Na maioria das vezes, o estímulo clitoriano é muito mais eficaz. Na mulher estimulada por fora, diretamente no clitóris – a cabecinha do clitóris fica pra fora, gafanhoto! –, o contato é mais intenso e desta maneira é bem mais fácil, pra ela, atingir o orgasmo.

A própria masturbação é uma prova de que se pode atingir o orgasmo sem que necessariamente ocorra uma penetração. Sim, gafanhoto, com a penetração o mesmo clitóris é estimulado, porém, entre o corpo do clitóris (que fica por dentro da vagina) e o corpo de pênis, há músculo e mucosa, fazendo com que este contato seja indireto.

Esqueça as bobagens que você já leu em livros: o clitóris é o ponto de prazer feminino, por isso, quando a cabecinha do clitóris é estimulada, com certeza, a mulher conseguirá ter um orgasmo. Claro que ela pode fazer isso friccionando um travesseiro ou uma almofada no clitóris, ou colocando o jato do chuveirinho sobre a cabeça do clitóris, ou estimulando com um vibrador de clitóris, ou simplesmente com o dedo, mas com a sua língua, gafanhoto, é muito melhor.

No caso de rolar penetração (ok, gafanhoto, você venceu!), aí vão algumas dicas para as moçoilas colocarem o seu clitóris em posição de destaque e garantir orgasmos cada vez melhores.

Upa, upa, cavalinho – Uma vez por cima, encaixe o pênis do parceiro e, então, comece a fazer os movimentos de vai e vem. Nessa posição a base do pênis ficará em contato com o clitóris o tempo todo.

Boneca de pano – Nessa posição, o que a senhorita tem que fazer para atingir o prazer é se concentrar. Deitados de lado, puxe a perna dele para cima, passando-as entre suas pernas, depois da penetração pressione seu bumbum contra ele e mantenha o ritmo.

Cavalgada de costas – De costas para o seu parceiro, sente-se sobre o corpo e deslize para frente e para trás com o ritmo que preferir. Sim, você pode comandar a situação e controlar a intensidade e o ritmo da transa.

Papai-mamãe avançado – Com as pernas esticadas e levemente afastadas para permitir a penetração, faça o parceiro erguer o corpo até alinhar o quadril dele ao seu e, ao invés de um movimento de entra e sai, movimente os corpos juntos, fazendo com que o clitóris fique o tempo todo em contato com a base do pênis.

Sentada na cadeira – Sente-se de frente para o seu parceiro e, apoiando os pés no chão, experimente os movimentos de sobe-e-desce com a variação que desejar. Vale fazer rotação em forma de oito com os quadris, balançar jogando-os mais para trás, fazer boquinha da garrafa ou o que vier à sua cabeça.

Nenhum comentário: