quinta-feira, março 31, 2016

Cientistas descobrem que Viagra queima gordura


Parece coisa de ficção científica, mas não é.  Um grupo de pesquisadores ingleses descobriu que o medicamento utilizado para o tratamento da disfunção eréctil nos homens converte células de gordura indesejável e queima calorias em vez de armazená-las na cintura.

De acordo com Alexandre Pfeifer, que liderou um estudo publicado no Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology, o Viagra reduz o risco de doenças ligadas à obesidade.

Pfeifer e sua equipa analisaram o efeito do remédio em células de gordura de ratos, que se mostraram resistentes à obesidade mesmo quando alimentados com uma dieta rica em gordura.

No ensaio que durou sete dias, o medicamento da Pfizer impediu que as células de “gordura branca” aumentassem. Ainda assim, os efeitos do Viagra só podem ser comprovados com estudos adicionais, ressalva a fonte.

“Estamos em fase de pesquisa básica, e todos os estudos foram realizados exclusivamente em ratos”, acrescentou Pfeifer.

Segundo ele, os testes com humanoides devem começar no segundo semestre. “É provável que obtenhamos os mesmos resultados, mas precisamos testar primeiro”, resumiu.

De qualquer forma, se você queria uma desculpa convincente para usar Viagra depois dos 50 anos, a Medicina está do seu lado e você será um novo homem. Caso contrário, você vai continuar sendo um rato gordo e cada vez mais brocha.

Nenhum comentário: