quarta-feira, abril 13, 2016

Os sotaques do Bumba-meu-boi do Maranhão


Diferente dos bois bumbás de Manaus, Parintins e Belém, que utilizam praticamente a mesma cadência melódica nas toadas, os grupos de Bumba-meu-boi do Maranhão são divididos em sotaques (estilos, formas e expressões): Sotaque de Matraca, Sotaque de Zabumba, Sotaque de Orquestra, Sotaque de Costa-de-Mão e Sotaque da Baixada.

A série “Sotaques do Bumba-meu-boi”, do Repórter Maranhão, da TV Brasil, mostra com bastante clareza as origens dos sotaques e como um desses sotaques foi parar no Amazonas e Pará para se transformar no nosso conhecido boi bumbá.

Sotaque de Matraca

Vindo de São Luís, tem como principal instrumento a matraca, dois pedaços de madeira e o pandeiro rústico. O sotaque de Matraca tem um ritmo frenético e contagiante. 


Sotaque de Zabumba

O sotaque de zabumba, é marcado pela presença da percussão rústica e cadenciada. Usam roupas aveludadas, saias bordadas e chapéus com fitas. Teve sua origem na região de Guimarães e arredores.


Sotaque de Orquestra

Tem origem na região de Munim. Utiliza instrumentos de sopro e corda. Os participantes usam trajes de veludo com bordados e miçangas.


Sotaque de Costa de Mão

Tem origem na região de Cururupu, tem um ritmo cadenciado ao som de pandeiros tocados com as costas da mão, caixas e maracás. As roupas também têm bordados em calças e casacos e seus chapéus em cogumelo funil são adornados com flores.


Sotaque da Baixada

Tem o som mais leve e suave, com pandeiros e matracas. As roupas vem com penas e bordados em base de veludo e chapéus de fitas. O Cazumba, bicho e homem são personagens característicos desse sotaque.

Nenhum comentário: