sexta-feira, agosto 05, 2016

Um agosto fulgurante


Alamir Longo

Pois olha, esse mês de agosto
Vai ser dos mais fulgurantes.
Serão tantas emoções…,
Teremos dias radiantes:
Olimpíada e cassações
De políticos ladrões
Pintados de governantes.

Será mesmo olimpíada,
Ou vai ser uma “olim-piada”?
Pois sediar Jogos Mundiais
Nesse país é uma piada.
É outra herança maldita
De Lula e sua cambada,
Numa jogada infeliz,
Para saquear o país
E enricar a companheirada.

O segredo é pão e circo
Pra fazer o povo feliz…
Aos esquecidos, relembro:
Foi essa força motriz
Que canonizou petralhas,
Essa corja de canalhas
Que destruiu o país!

Quarenta bilhões torrados!
E nós nessa quebradeira…
Não bastou a Copa do Mundo
Com toda sua roubalheira,
E os assaltos praticados
Contra a Nação Brasileira
Que arrastaram esse país
Pro fundo da pirambeira?

Como tem levado fumo
Esse povo brasileiro!!!
Lá se vai a nossa grana
Nosso tão suado dinheiro…
Gastarão bilhões por dia
Num palco de fantasia
Montado para estrangeiro.

Doze milhões sem emprego,
É sofrimento demais…
Nossa gente agonizando
Nas portas dos hospitais;
A segurança falida,
E a educação conhecida
Como das piores mundiais.

Ah… mas teremos Jogos…
A ordem é festejar!
Sem essa de cara feia…
Vamos sorrir e cantar
Igualzinho mosca tonta,
Somente à espera da conta
Da festa quando acabar!

Nenhum comentário: